Comportamento & Sentimento

Você sabe viver como as flores?

Você sabe viver como as flores?

3 minutos Sempre ouvimos lendas ou estórias que nos leva a refletir sobre a nossa vida. Era uma vez um discípulo que perguntou ao Mestre:─ Mestre como faço para não me aborrecer e nem me irritar? Algumas pessoas falam demais, outras são indiferentes e outras, são cínicas e mentirosas e eu sofro com isso. E o Mestre o alertou: ─ Eu tenho uma sugestão para você, é algo bem simples: Viva como as flores. O discípulo então perguntou:─ Mas como? e o Mestre prosseguiu: Continue lendo

Qual o seu valor?

Qual o seu valor?

3 minutos Nessa época do ano observo algumas pessoas comentarem que o ano passou muito rápido, que praticamente já acabou e que ao mesmo tempo, começam a avaliar seu desempenho. Relembram quais foram seus objetivos traçados no final do ano anterior e quais metas foram construídas e trilhadas, com foco no resultado. É certo também que outras pessoas fogem desse tipo de confronto e preferem deixar para o final do ano suas análises e avaliações, embora algumas sejam conscientes, que não saíram do lugar Continue lendo

Como é o seu resgate?

Como é o seu resgate?

4 minutos Com o avanço tecnológico do mundo moderno observo que há um número cada vez maior de pessoas insatisfeitas com o que fazem profissionalmente, com o seu relacionamento afetivo, com os familiares de um modo geral, enfim com a própria vida. Esse emaranhado de situações faz com que seu emocional esteja constantemente fragilizado, seus pensamentos a respeito de si próprio e dos outros negativados e, associado a isso, dores que se apresentam no físico como: dor de cabeça, dor nas costas, no estômago Continue lendo

Porque solidão?

Porque solidão?

2 minutos Como vai a sua vida? Você continua motivado a sorrir? É interessante como por vezes não percebemos que nossa disponibilidade em agradecer, sorrir, conversar e se divertir, encontra-se vinculada a eventos que estão fora de nós, como por exemplo: a iminência de um feriado e passada a euforia dos preparativos e do retorno, algumas pessoas sentem uma incrível solidão, mesmo que continuem cercadas por familiares e amigos. Ocorre que as mais importantes decisões, são sempre tomadas na mais profunda solidão e por Continue lendo